Como começar a treinar Parkour?Tracer Parkour Como começar a treinar Parkour?
 

Como começar a treinar Parkour?

25 jun
0

Você está de bobeira na internet, conversando com seus amigos no Facebook e assistindo uns vídeos aleatórios no YouTube quando de repente você se depara com um vídeo que é até difícil de acreditar que seja real.

São jovens como você, vestindo umas roupas super largas e fazendo uns movimentos que você nem sabia que era possível.

Logo você descobre que aquilo que eles estão fazendo se chama Parkour, e que na verdade se trata de uma disciplina onde o principal objetivo é ultrapassar obstáculos, superar seus medos e ficar mais forte de uma forma geral.

Mas como será que aquelas pessoas dos vídeos chegarem naquele ponto? Como eles treinaram? Com que frequência? Onde?

t1

Encontrar essas informações pode não ser tão fácil como parece. Não necessariamente pela falta delas, mas especialmente pela quantidade imensa de informações erradas que podemos encontrar na internet, na maioria das vezes ditas por pessoas sem experiência alguma e que só querem lucrar com a “novidade”.

Como não queremos que ninguém aqui se lesione ou tenha uma ideia errada sobre o assunto, resolvemos separar três dicas sobre como começar a treinar Parkour de forma segura e progressiva.

Mas isso não quer dizer que você vai encontrar tudo o que você precisa sobre o Parkour aqui! Na verdade, a maioria das coisas que você aprende no Parkour é por experiência própria, e não por meio de terceiros.

Este artigo é apenas um guia prático sobre como começar. Utilize-o da maneira que achar melhor, e se tiver alguma dúvida, considere agendar uma aula experimental com a gente.

Aprender junto é muito mais prazeroso.

Contamos com um monte de gente experiente no Parkour que pode te ajudar nisso. 🙂

Vamos as dicas?

1. Fortaleça seu corpo

Todos aqueles movimentos lindos e incríveis que você viu no YouTube na verdade são os resultados de muitos meses (as vezes até anos) de treinamento.

É claro que é impossível uma pessoa conseguir transmitir todo o processo em um vídeo no Youtube, então a maioria das pessoas acabam ficando com a impressão que tudo aquilo é feito de primeira, sem nenhum esforço por parte do praticante.

Quantos anos de treino serão necessários para fazer isso?

Antes de pensar em realizar qualquer movimento complexo no Parkour, é muito importante que você construa um corpo forte e resistente para que possa “aguentar o tranco” da prática.

Durante um treino de Parkour, o seu corpo sofrerá vários impactos e precisará constantemente de força e resistência para conseguir ultrapassar os obstáculos. Ter um corpo forte e resistente é a melhor forma de se manter saudável e evitar lesões no Parkour.

Como construir um corpo forte?

Existem vários exercícios que podem te auxiliar nisso. Só para citar alguns exemplos: corrida, flexões de braço, abdominais, posições estáticas de prancha, barras, agachamentos e movimentos dequadrupedia.

Ótimos exercícios também são demonstrados nos seguintes vídeos:

Esses são alguns exemplos de exercícios que podem te ajudar a construir um corpo forte. Se você se é sedentário ou se sente inseguro em treinar sozinho, treinar com profissionais como na Tracer Parkour ou mesmo buscar ajuda com praticantes mais experientes de sua região pode ser uma ótima alternativa.

2. Dê um passo de cada vez

Apesar de muito se falar da importância em “ultrapassar seus limites”, realizar movimentações sem estar totalmente preparado no Parkour pode ser muito perigoso.

Antes de realizar qualquer coisa fora dos seus limites físicos, leve em consideração que qualquer lesão leve pode demorar semanas para se recuperar totalmente. O seu corpo é o seu meio de transporte. É através dele que você é capaz de realizar todas as tarefas do dia a dia, se divertir, se deslocar de um lugar ao outro, ter prazer e fazer aquilo que você gosta, inclusive treinar Parkour.

Por isso, cuidar dele deveria ser a prioridade de qualquer pessoa.

Treinar força

Seu corpo: seu meio de transporte.

Diferentemente de outros esportes estritamente competitivos, no Parkour você não precisa fazer nada com pressa ou na afobação. Todos os movimentos devem ser realizados de forma consciente, de acordo com suas capacidades físicas.

Não há necessidade de ter pressa! É muito melhor evoluir devagar, mas de forma constante, do que tentar realizar um movimento “espetacular” no início e acabar se machucando feio. E lembre-se: ser rápido não é o mesmo que fazer com pressa!

Evite pular de lugares altos sem o devido condicionamento e técnica. Nunca faça movimentos perigosos apenas para se mostrar no treino. Se quer aprender acrobacias, utilize colchões e suporte de treinadores na hora de aprender mortais ou movimentos mais complexos nos quais você pode se machucar seriamente se errar.

De forma mais simples, no Parkour você não ultrapassa seus limites, e sim os empurra um pouco mais além para evoluir de forma constante e saudável.

3. Busque o máximo de informações possíveis

Na época em que os primeiros praticantes de Parkour começaram a surgir no Brasil, há cerca de 12 anos atrás, era muito difícil encontrar informações claras e específicas sobre como treinar Parkour – ou mesmo informações básicas como origem da prática, conceitos, etc.

Os pioneiros da prática no Brasil aprenderam na base da tentativa e erro. No início era muito comum que uma pessoa passasse anos executando um movimento errado, as vezes até prejudicial ao corpo, simplesmente por não ter a informação disponível sobre como executá-lo corretamente.

Felizmente isso mudou. Com a alta popularidade que o Parkour tem conquistado nos últimos anos no Brasil e no mundo, atualmente existem literalmente milhares de tutoriais no YouTube ensinando os movimentos básicos, além de encontros e workshops que acontecem todos os anos ao redor do mundo.

Treinar Parkour em grupo

Foi-se o tempo em que a única opção era aprender sozinho

Além disso hoje em dia os iniciantes podem contar com as academias de Parkour como os centros de treinamento da Tracer, que são especializadas em ensinar a forma correta e ainda oferecem toda a segurança necessária no início com acompanhamento de professores experientes.

Isso significa que todos os erros que os praticantes cometeram no início são totalmente evitáveis hoje em dia. Tudo o que você precisa é buscar a informação que precisa e certamente você vai encontrá-la na internet.

Busque entender os métodos corretos de treinamento e execução dos exercícios, leia artigos de praticantes mais experientes e não limite seu conhecimento somente ao Parkour.

Tire suas dúvidas com o seu professor, pesquise sobre educação física, fisiologia, fisioterapia ou qualquer assunto que possa complementar seu treino.

Apenas a partir do conhecimento você poderá ter certeza de que está fazendo a coisa certa para preservar seu corpo e garantir uma vida saudável e proveitosa dentro do Parkour.

. . .

Se você é iniciante no Parkour provavelmente deve estar cheio de dúvidas, certo? Não se preocupe, até os praticantes mais experientes têm dúvidas e por isso estar cercado por praticantes experientes e informações confiáveis é tão importante.

Continue acompanhando nosso blog e nossa página no Facebook para receber mais artigos como este. Vamos postar várias coisas legais por aqui a partir de agora!

E claro, se você mora em São Paulo e quer começar a treinar Parkour, não deixe de agendar uma aula experimental com a gente. Temos certeza de que você vai sair dos nossos treinos muito satisfeito 🙂

Categories: ,
Tags: , , ,

Jean Wainer

Um dos primeiros praticantes de Parkour do Brasil. Formando em Educação Física pela USP, possui certificado internacional ADAPT e 10 anos de experiência no Parkour e outras modalidades. Diretor da Tracer Parkour.

Leave a Reply

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*