Por que treinar Parkour com colete de peso? -Tracer Parkour Por que treinar Parkour com colete de peso? -
 

Por que treinar Parkour com colete de peso?

25 jun
0

Desde que comecei a treinar Parkour há 12 anos, sempre houve uma onda muito forte contra o uso de carga externa – sobretudo ferro e musculação – no treinamento.

Havia a corrente filosófica que diria que o Parkour deve ser treinado apenas com o corpo, e havia as teorias de que o peso poderia sobrecarregar as articulações, como os joelhos, que já sofrem muita sobrecarga durante o treino normal de Parkour.

No entanto, o uso de coletes de peso era algo visto com bons olhos. Talvez por permitir que fizéssemos os movimentos do Parkour, só que com uma carga maior.

O problema era que isso sempre foi algo muito difícil de conseguir no Brasil, o que nos limitava a modelos ruins ou importações caríssimas.

Começamos então a trocar ideias com os gringos, que nessa altura estavam mais experiente que nós no quesito treinamento.

A ideia de usar pesos externos começava a ser mais aceitada. Começamos a estudar e perceber os benefícios da sobrecarga no treinamento de força. Então como podemos tirar proveito disso?

Por que treinar Parkour com colete de peso?

Comecei então a pesquisar. Primeiro por contar própria, e conversando com os praticantes mais experientes. Depois, entrando nos círculos de fitness e treinamento de força – mundos paralelos ao Parkour que muito poderiam contribuir. E depois, ingressando no curso de bacharelado em Educação Física e o meio científico.

Não tem como: é muito difícil progredir significantemente sem carga externa. Então por que não aprender a fazer isso direito, para diminuir as chances de lesão?

Muitos praticantes vêm se interessado pelo treinamento com peso também. Pensando nisso resolvi responder as principais dúvidas dos praticantes com relação ao treinamento com colete de peso.

Se depois de ler este texto você ainda tiver alguma dúvida, fique à vontade para entrar em contato com a Tracer Parkour pela nossa página do Facebook.

Ficaremos felizes em ajudá-lo! 🙂

Para quem o treino com colete de peso é recomendado?

Apesar de qualquer pessoa poder se beneficiar com os coletes de peso, o seu uso é mais recomendado para praticantes experientes, que já possuem uma boa técnica no Parkour (ou sua prática, seja calistenia, Crossfit, etc) e procuram complementar seus treinos com exercícios mais intensos, voltados ao aumento de performance.

O uso de coletes de peso não é recomendado para pessoas iniciantes ou sem acompanhamento profissional, já que podem causar lesões se não usados de forma correta.

Quais são os exercícios?

Em geral os exercícios mais recomendados são aqueles com o menor impacto possível, como barras, flexões, agachamentos, exercícios isométricos ou mesmo movimentações simples do Parkour, como climb up e saltos em caixa (“box jump”).

É importante evitar exercícios balísticos – ou seja, treinos com muita velocidade e impacto.

Você sabe que, ao aterrissar de um salto vertical simples, nós exercemos uma força de 4x o nosso peso corporal durante a aterrissagem? Ou seja, o simples fato de colocar um colete de 10kg durante um salto pode ocasionar numa sobrecarga de 40kg na aterrissagem!

O colete de peso não serve para aprimorar ou aprender nenhuma técnica, e sim para fortalecer nossos músculos naqueles movimentos que já dominamos na técnica. Assim podemos fazer o mesmo padrão de movimento utilizando mais peso.

Também é possível realizar exercícios de resistência com coletes de peso, como corrida por exemplo. Com coletes de carga ajustável, é só você ajustá-los para uma carga bem baixa (como 1 ou 2kg no máximo) antes de começar. E lembrar de pelo menos duas regras básicas:

1) Se a técnica não está perfeita, volte para o treino sem peso;

2) Se há algum indício de dor – por menor que seja – diminua a carga e identifique a causa antes de continuar!

Devo usar o colete o tempo inteiro durante o treino?

Não. Os coletes de peso devem ser usados de forma esporádica, para melhoramento de técnicas específicas, e não para substituir o treino tradicional sem peso.

O uso exagerado de coletes de peso pode causar uma fadiga desnecessária das articulações e músculos que podem resultar em lesões ou problemas posturais.

E lembrando também que o treino de Parkour tipicamente exerce bastante impacto sobre as articulações. E aumentar o peso repentinamente mantendo o mesmo treino pode trazer lesões.

Qual o peso ideal?

Depende muito do exercício.

Em exercícios de baixo impacto, como: flexões, barras, subidas de muro, agachamentos, saltos para uma plataforma alta, você pode utilizar cargas maiores – até 10% do seu peso corporal. Lembrando sempre de manter a boa técnica na execução dos movimentos.

Em exercícios de impacto, como corrida, precisões, saltos em geral é muito importante começar com cargas baixas (de 1 a 2kg) e poucas repetições.

Afinal não adianta realizar um determinado movimento com um colete de 25 kg se sua execução é incorreta e pode causar lesões ou problemas posturais.

Por via das dúvidas, sempre consulte um professor na hora de planejar seu treino com coletes de peso, ok? 🙂

Vou prejudicar meus joelhos?

Apesar de não existirem estudos específicos, sabe-se que impactos e sobrecargas constantes podem sim prejudicar não só o joelho, mas também várias outras articulações como quadril  e ombro.

Por isso recomenda-se utilizar coletes de peso apenas para melhoramento de movimentações específicas ou aumento de força e resistência corporal, evitando-se utilizar o tempo inteiro para execução de exercícios de impacto, como cat leaps, saltos de altura e precisões mais distantes

Ou seja, treinar com coletes de peso deve ser um complemento ao treino regular, e não um substituto.

Onde posso comprar esses coletes?

Clicando aqui. 🙂

E aí, ficou alguma dúvida?

Marque uma aula experimental na Tracer Parkour e converse com um de nossos professores, temos certeza de que todas as suas dúvidas serão respondidas e tudo ficará mais claro depois de um treino com a gente.

Clique aqui para marca a aula experimental agora mesmo.

Abraço!

Categories: ,
Tags: , , ,

Jean Wainer

Um dos primeiros praticantes de Parkour do Brasil. Formando em Educação Física pela USP, possui certificado internacional ADAPT e 10 anos de experiência no Parkour e outras modalidades. Diretor da Tracer Parkour.

Leave a Reply

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*